01/11/2019 - "A Misericórdia, Porém Desdenha o Julgamento." (Tg2,13)

Sexta-feira, 01 de novembro de 2019

Rm 9,1-5

Sl 147,12-15.19.20

Lc 14,1-6

 

 “… A MISERICÓRDIA, PORÉM DESDENHA O JULGAMENTO.” (Tg 2,13)

Tomando a palavra, Jesus disse aos legistas e aos fariseus: ‘É lícito ou não curar no sábado’? Eles, porém, ficaram calados. Tomou-o então, curou-o e o despediu.” (Lc 14,3.4)

Antes de nós pecarmos, o maligno nos diz que pecar não tem problema, a vida é trivial e que a culpa é um bloqueio desnecessário. Depois que pecamos, o maligno muda o tom e então nos diz que deveríamos nos envergonhar de nós mesmos, que somos monstruosos e pervertidos e que não devemos esperar ser perdoados(as).

Em contraposição, o Senhor nos fala de Sua misericórdia. Paulo proclamava: “Fiel é esta palavra e digna de toda aceitação: Cristo Jesus veio ao mundo para salvar os pecadores, dos quais eu sou o primeiro. Se me foi feita misericórdia, foi para que em mim primeiro que Cristo Jesus demonstrasse toda a sua longanimidade, como exemplo para quantos nele hão de crer para a vida eterna.” (1Tm 1,15.16). O salmista se regozija porque a misericórdia do Senhor é para sempre (Sl 136). Por mais que o Senhor deseje sacrifícios, Ele deseja mais ainda misericórdia (Mt 9,13; 12,7). Ele deseja tanto nos mostrar a Sua misericórdia, que Ele sofreu e morreu cumprindo desse modo as exigências da justiça e abrindo para nós as portas da misericórdia.

Portanto, a Igreja repetidamente nos leva a pedir ao Senhor, o Cordeiro de Deus, que tenha misericórdia de nós. O Senhor deseja estender a Sua misericórdia a todos: os(as) envergonhados(as), os(as) odiados(as), os(as) favoráveis ao aborto, os(as) pervertidos(as) sexuais, os(as) assassinos(as), os estupradores e até mesmo, a nós. Aceite a graça de fazer sua Confissão tão logo possível. Suplique: “Senhor, tenha misericórdia!”

Oração: Senhor, por Tua graça que eu seja misericordioso(a) para com aqueles(as) que continuam a me ferir (Mt 5,7).

Promessa:Jesus lhe disse: ‘Hoje a salvação entrou nesta casa, porque ele também é um filho de Abraão’.” (Lc 19,9)

Louvor:sabendo que Cristo, uma vez ressuscitado dentre os mortos, já não morre, a morte não tem mais domínio sobre ele.” (Rm 6,9)

02/11/2019 - Existe um Lugar para Nós

Sábado, 02 de novembro de 2019

Fiéis Defuntos           

Sb 3,1-9

Sl 25(24),6.7.17.18.20.21

Rm 5,5-11       Jo 11,17-27

EXISTE UM LUGAR PARA NÓS

Por um pequeno castigo receberão grandes favores. Deus os colocou à prova e os achou dignos de si.” (Sb 3,5)

Deve existir tanto quantidade como qualidade nos frutos que Deus espera que nós venhamos a produzir em nossa vida terrena (Mt 21,33 ss; Lc 13,6-9; Jo 15,1-8.16). Os nossos frutos de santidade pessoal e boas obras (Ap 14,13) precisam permanecer (Jo 15,16).

Deus é muito mais do que Aquele alguém que é nosso Amigo. Ele é também nosso Juiz, Aquele que “… provará o que vale a obra de cada um.” (1Cor 3,13) e sua santidade. Alguns dos que morreram no Senhor não viveram uma vida tão frutificante como a esperada pelo Senhor. Deus, em Sua misericórdia, ainda assim lhes concederá a vida eterna. Assim, essas pessoas já falecidas “… [perderão] a recompensa … entretanto, [serão salvas], mas como que através do fogo.” (1Cor 3,15)

Existe uma gradação para “… a santificação, sem a qual ninguém verá o Senhor.” (Hb 12,14). O que acontece com as pessoas às quais foi concedida a vida eterna, porém foram deficientes na produção de frutos e santidade requerida por Deus? Jesus foi preparar um lugar para nós (Jo 14,2). Como o texto da Escritura indica, Ele também tem que nos preparar para ocuparmos os nossos lugares. Se nós tivermos morrido em Cristo, mas ainda não estivermos preparados(as) para Sua morada (Hb 12,14), Jesus precisa terminar a Sua obra antes de nos levar para o banquete celestial. A Igreja Católica, conduzida pelo Espírito Santo (Jo 16,13), tem ensinado que esse texto da Escritura bem como outras verdades indicam a existência de um lugar de purificação (Ml 3,2.3), que nós chamamos de ‘purgatório’. No purgatório, as almas daqueles(as) que não se prepararam o suficiente durante seu tempo na terra são purificadas de modo a terem o sublime privilégio de ver a Deus face a face. Como eles(as) são membros do Corpo de Cristo (Lc 20,38), nós precisamos deles(as) e eles(as) precisam de nós (1Cor 12,21-26). Que nós os(as) socorramos com nossas orações.

Oração: Pai, que eu possa crescer diariamente em santidade agora e não tarde demais.

Promessa:Todo aquele que o Pai me der virá a mim. e quem vem a mim eu não o rejeitarei.” (Jo 6,37)

Louvor:Alma de Cristo, santificai-me!

03/11/2019 - O Santo que Mais me Ama

Domingo, 03 de novembro de 2019          

31º Domingo do Tempo Comum    Todos os Santos

 Ap 7,2-4.9-14

Sl 24(23),1-6

1Jo 3,1-3

Mt 5,1-12

O SANTO QUE MAIS ME AMA

Caríssimos, desde já somos filhos de Deus, mas o que nós seremos ainda não se manifestou. Sabemos que por ocasião desta manifestação seremos semelhantes a ele, porque o veremos tal como ele é.” (1Jo 3,2)

Deus é santo. “… o nosso Deus é um fogo abrasador.” (Hb 12,29) e Ele quer nos ver consumidos pelo desejo de sermos santos como Ele é santo (1Pe 1,16). Entretanto, mesmo pessoas batizadas frequentemente têm pouco desejo pela santidade. Neste dia santo celebrando todos os santos, o Senhor tenta de modo especial aumentar nosso desejo por santidade.

Hoje, concentre-se no santo que você mais conhece, o santo que mais ama a você. Essa pessoa normalmente não é um santo famoso, mas um membro de sua família ou um(a) amigo(a) que verdadeiramente entregou a sua vida por amor a você. Você se importa com este(a) santo(a) mais do que com qualquer outro(a). Apesar dessa pessoa provavelmente não ser canonizada, você sabe, por sua experiência pessoal do seu amor que, se ela não está no céu, dificilmente outra pessoa lá estará. Porque você ama e admira essa pessoa, você também quer ser santo(a).

Esse amor pode motivar você (2Cor 5,14) a desejar ser santo(a) mais do que o desejo por qualquer outra coisa na vida. Então você será santo(a) (Mt 5,6), pois o Senhor o(a) tornará santo(a) por Sua graça. Todavia, a santidade de Deus não será forçada e imposta a você, mas aceita somente por aqueles(as) que a desejam.

O(A) santo(a) que mais o(a) ama é a chave para desejar ainda mais a santidade. Neste dia santo, use a sua chave.

Oração: Pai, que o Teu nome possa ser reconhecido como Santo porque eu, Teu(Tua)  filho(a), sou santo(a) (Mt 6,9).

Promessa:… Estes são os que vêm da grande tribulação: lavaram suas vestes e alvejaram-nas no sangue do Cordeiro.” (Ap 7,14)

Louvor: O Papa São Gregório III dedicou uma capela a todos os santos e mártires neste dia no século VIII. Que todos os santos, de São Aarão a São Zózimo, intercedam por nós.

04/11/2019 - Termos de Compensação

Segunda-feira, 04 de novembro de 2019

São Carlos Borromeu          

Rm 11,29-36

Sl 69(68),30.31.33.34.36.37

Lc 14,12-14

 TERMOS DE COMPENSAÇÃO

Feliz serás, então, porque eles não têm com que te retribuir. Serás, porém, recompensado na ressurreição dos justos.” (Lc 14,14)

Jesus não é contrário a sermos recompensados(as) pelo bem que fizermos. A Sua preocupação é quando nós seremos recompensados(as) e por quem. Deus Pai pretende nos recompensar pessoalmente na nossa ressurreição (Lc 14,14). Ao lermos isso, nós podemos ter a sensação que Deus pagou pelas nossas ações usando um planejamento à posteriori. Será que o nosso pagamento vencerá? Em Seu amor, Deus nos compensará de alguma maneira durante nossa vida na terra. Ele começa o seu planejamento de compensação eterna um pouco antes “… [colocando] em nossos corações o penhor do Espírito.” (2Cor 1,22)

Uma vez que recebemos o Espírito Santo, nós O servimos com tal devoção e poder que o mundo se opõe a nós. Depois começa a segunda compensação na terra. Santa Teresa de Ávila certa vez destacou : ‘Em tempos de tristeza e inquietação, não abandones nem as boas obras de oração nem a penitência a que estás habituado. Antes, intensifica-as. E verás com que prontidão o Senhor te sustentará’. Para ver detalhadamente os termos para essa segunda compensação, leia Eclo 2,1, 2Tm 3,12, e Tg 1,2-4.

Como sempre, o Senhor quer purificar nossa motivação para servi-Lo. Se nós O servimos para sermos recompensados(as) com os valores deste mundo, nós não devemos esperar “… [receber] recompensa junto ao [nosso] Pai que está nos céus.” (Mt 6,1)

Quem, com efeito, conheceu o pensamento do Senhor? Ou quem se tornou seu conselheiro? Ou quem primeiro lhe fez o dom para receber em troca?” (Rm 11,34.35). Deus não nos deve nada. “Não percais, pois, a vossa segurança [em Deus] que tamanha recompensa merece.” (Hb 10,35). “Acautelai-vos, para não perderdes o fruto de nossos trabalhos, mas, ao contrário, receberdes uma plena recompensa.” (2Jo 8)

Oração: Pai, que eu Te sirva, não esperando uma recompensa mas simplesmente porque eu Te amo com todo o meu coração.

Promessa:Porque Iahweh ouve os indigentes, nunca rejeita seus cativos.” (Sl 69,34)

Louvor: São Carlos colaborou na reforma de toda a Igreja durante os últimos anos do Concílio de Trento.

05/11/2019 - Sub-Aproveitados(As)?

Terça-feira, 05 de novembro de 2019

Rm 12,5-16

Sl 131(130),1-3

Lc 14,15-24

 SUB-APROVEITADOS(AS)?

Tendo, porém, dons diferentes, segundo a graça que nos foi dada, aquele que tem o dom da profecia, que o exerça segundo a proporção da nossa fé.” (Rm 12,6)

O Senhor deu a Seus(Suas) filhos(as)  dons magníficos. Entre esses dons estão os carismas, os dons sobrenaturais do Espírito Santo. Nós temos os dons da profecia, da fé, do serviço, do ensino, da exortação, da esmola, da liderança e da misericórdia (Rm 12,6-8). Nenhum(a) de nós possui todos esses dons, mas nós temos alguns deles – além de muitos outros carismas. Desenvolvendo e usando esses dons do Espírito, nós teremos o poder de fazer obras ainda maiores dos que as que Jesus realizou (Jo 14,12).

Isso parece uma surpresa para a maioria das pessoas porque os Cristãos não parecem ser tão abençoados e poderosos. Nós temos sido tão fracos(as) de modo a permitir que a cultura da morte se desenvolva e assim nos domine – não porque não somos abençoados(as), mas porque nós não desenvolvemos os nossos dons. Como o Senhor tem nos concedido várias oportunidades para aprender sobre nossos carismas e os exercitar, nós procuramos uma desculpa depois da outra para não crescer em Sua graça (Lc 14,18-24).

O Senhor fez de Seus(Suas) filhos(as) as criaturas mais poderosas sobre a terra. É uma tragédia quando nós não tentamos desenvolver nossos dons de modo a salvar vidas e o mundo. Por causa disso, o Senhor nos ordena: “… Aspirai aos dons do Espírito …” (1Cor 14,1)

Oração: Pai, eu me arrependo por me contentar com uma meia-existência. Dá-me a vida plena no Espírito.

Promessa:Sede diligentes, sem preguiça, fervorosos de espírito, servindo ao Senhor.” (Rm 12,11)

Louvor: Quando Jorge entregou sua vida a Cristo, ele se encheu de tal entusiasmo que foi motivado a levá-Lo a outras pessoas.

06/11/2019 -Discipulado: A Melhor vida Possível

Quarta-feira, 06 de novembro de 2019

Rm 13,8-10

Sl 112(111),1.2.4.5.9 

Lc 14,25-33

 DISCIPULADO: A MELHOR VIDA POSSÍVEL

Se alguém vem a mim e não odeia seu próprio pai e mãe, mulher, filhos, irmãos, irmãs e até a própria vida, não pode ser meu discípulo.” (Lc 14,26)

Ser um(a) discípulo(a) de Jesus é o compromisso mais radical que se assume na vida. O relacionamento dos discípulos de Jesus com Ele está situado em uma categoria única. Em comparação com o nosso amor por Jesus, todos os outros amores devem ser deixados em segundo plano. Nosso relacionamento com Jesus é soberano. É mais importante que a nossa própria vida.

Nós carregaremos, alegremente, as nossas cruzes diárias para sermos fiéis como os discípulos de Jesus (Lc 14,27; 9,23). Como discípulos(as) de Jesus, nós temos o privilégio de renunciar a Satanás e a todas as suas obras, de perder as nossas vidas por Jesus (Lc 9,24) e de renunciar a tudo o que possuímos (Lc 14,33). Um dia como discípulo(a) de Jesus é melhor “… que milhares a [nosso] modo.” (Sl 84,11). É melhor sofrer como discípulo(a) de Jesus do que ter todos os prazeres que o dinheiro pode comprar (At 5,41).

Jesus é Deus. “… tudo foi criado por ele e para ele. Ele é antes de tudo e tudo nele subsiste.” (Cl 1,16.17). Jesus é “o Bendito e único Soberano, o Rei dos reis e Senhor dos senhores, o único que possui a imortalidade.” (1Tm 6,15.16). Ele é o próprio Amor (1Jo 4,8.16). É surpreendente que Jesus possa escolher qualquer um(a) para ser Seu(Sua) discípulo(a). Porém, mais surpreendente ainda, Ele nos escolheu (Jo 15,16). Que nós possamos nos alegrar em nosso discipulado e vivê-lo fielmente até à morte.

Oração: Pai, envia o Espírito Santo para tornar-me o(a) melhor discípulo(a) possível.

Promessa:Não devais nada a ninguém, a não ser o amor mútuo, pois quem ama o outro cumpriu a Lei.” (Rm 13,8)

Louvor: Apesar de acamada, Alice ora por aqueles(as) que não oram.

07/11/2019 -Apenas Misericórdia para com Todos

Quinta-feira, 07 de novembro de 2019

Rm 14,7-12

Sl 27(26),1.4.13.14

Lc 15,1-10

 APENAS MISERICÓRDIA PARA COM TODOS

Assim, cada um de nós prestará contas a Deus Pai de si próprio.” (Rm 14,12)

Meu filho é professor. Recentemente, um ladrão roubou a sua mochila, que continha o seu notebook, muitos papéis de trabalhos de seus alunos, que já haviam sido corrigidos, os seus documentos e um talão de cheques. Isso custou a ele muito dinheiro, tempo e retrabalho. É difícil se compreender que aquele ladrão possa ser salvo tão prontamente pela misericórdia de Deus em algum tempo futuro sem que tivesse restituído ao meu filho todos os seus prejuízos.

Essa, no entanto, é a essência daquilo em que nós Cristãos cremos. De algum modo misterioso, Jesus oferece tanto a misericórdia para os pecadores como a justiça para as vítimas. O próprio Jesus toma assento do tribunal de modo a oferecer a justiça perfeita para todos (Rm 14,10). Ele restaura todas as perdas para todas as vítimas de todos os tempos. Em Jesus, as vítimas “… não [verão] mais a desgraça.” (Sf 3,15). O Senhor promete: “Eu vos restituo os anos que o gafanhoto devorou …” (Jl 2,25), o que o ladrão roubou, e o que o pecador arruinou. Quando o Senhor restitui, Ele não o faz pela metade. Ele restitui muito mais do que nós podemos pedir ou imaginar (Ef 3,20). “E nós sabemos que Deus coopera em tudo para o bem daqueles que o amam, daqueles que são chamados segundo o seu desígnio.” (Rm 8,28)

Deus “… é rico em misericórdia …” (Ef 2,4) e justiça (Rm 14,10.12). Se você é uma vítima, decida deixar que Deus faça a restituição ao invés de agir com vingança. “Descansa em Iahweh e nele espera … confia nele, e ele agirá.” (Sl 37,7.5)

Oração: Jesus, minha Justiça (1Cor 1,30) e minha Misericórdia, ajuda-me a ser corajoso e a esperar com coragem pelo Teu reino acima de tudo (Sl 27,14).

Promessa:… Este homem recebe os pecadores e come com eles!” (Lc 15,2)

Louvor: Davi ensina religião para aqueles(as) que estão interessados(as) em se tornarem Católicos(as).

08/11/2019 -A Missão Junto aos Incrédulos

Sexta-feira, 08 de novembro de 2019

Rm 15,14-21

Sl 98(97),1-4

Lc 16,1-8

 A MISSÃO JUNTO AOS INCRÉDULOS

Fazendo questão de anunciar o evangelho onde o nome de Cristo ainda não era conhecido, para não construir sobre alicerces lançados por outros.” (Rm 15,20)

Paulo se concentrou em proclamar Cristo para pessoas que nunca tinham ouvido falar de Jesus. Nós podemos não ter recebido o mesmo chamado, mas devemos maximizar as oportunidades para partilhar a nossa fé com pessoas incrédulas. Por exemplo, podemos formar grupos para partilhar a Palavra de Deus dos quais participem pessoas incrédulas. Isso nos dará um fórum no qual partilharemos a nossa fé. Devemos convidar pessoas incrédulas para participar das nossas festas paroquiais. Devemos amá-los(as) quer eles(as) aceitem ou não o Senhor e devemos demonstrar isso através de modos simples e práticos.

Nós devemos desenvolver o hábito de manter conversas com todos(as), mesmo que sejam estranhos. Algumas vezes isso criará oportunidades para darmos aos outros o mais precioso presente, a vida com Cristo. Devemos também orar para encontrarmos incrédulos(as). Finalmente, assim como Jesus, precisamos desejar sofrer nas mãos dos(as) incrédulos(as) e em seu benefício. Nós devemos querer tanto que eles(as) vivam para Jesus ao ponto de desejarmos morrer por eles(as).

Oração: Pai, traz mais incrédulos(as) para minha vida. Ajuda-me a amá-los(as) e partilhar a Tua mensagem e o Teu amor com eles(as).

Promessa:Contudo, eu vos escrevi, e em parte com certa ousadia, mais no sentido de avivar a vossa memória, em virtude da graça que me foi concedida por Deus, de ser o ministro de Cristo Jesus para os gentios, a serviço do evangelho de Deus, a fim de que a oblação dos gentios se torne agradável, santificada pelo Espirito Santo.” (Rm 15,15.16)

Louvor: Como seu homônimo, Pedro ora pela população de rua.

09/11/2019 -" Viva Il Papa"

Sábado, 09 de novembro de 2019

Dedicação da Basílica de São João de Latrão

Ez 47,1.2.8.9.12 ou 1Cor 3,9-11.16.17

Sl 46(45),2.3.5.6.8.9

Jo 2,13-22

  ‘VIVA IL PAPA’

Recordaram-se os discípulos do que está escrito: O zelo por tua casa me devorará.” (Jo 2,17)

Hoje celebramos o aniversário da dedicação da Igreja Catedral do Papa. Por que celebramos nossa unidade com o Papa e sua igreja? É porque a nossa unidade com o Papa nos dá força e poder. Aqueles(as) que estão unidos(as) ao Papa têm uma unção de Deus que não pode ser obtida de nenhum outro modo. Mais ainda, a nossa unidade com o Papa nos protege da mentira e da desordem.

Isso se torna ainda mais significativo quando estamos nos aproximando da apostasia em massa do fim do mundo (2Ts 2,3). Em Seu amor, o Senhor não somente nos deu irmãos e irmãs, como também um pai espiritual, o Papa, que nos ajuda a crescer juntos e a permanecer juntos como família de Deus. O Papa é um presente especial do Senhor para nós, a Sua Igreja. E nós nos alegramos com esse presente, agradecemos ao Senhor pela oportunidade de nos submetermos a Ele, obedecendo aos líderes que Ele enviou às nossas vidas, especialmente o Papa (Hb 13,17). Hoje nós agradecemos ao Senhor pelo Papa. Ele dedicou e arriscou a sua vida pelo Senhor e por nós. Oraremos por ele e a ele obedeceremos todos os dias.

Oração: Pai, eu Te agradeço por cada parte do corpo de Cristo, especialmente pelo nosso Papa.

Promessa:Se alguém destrói o templo de Deus, Deus o destruirá. Pois o templo de Deus é santo e esse templo sois vós.” (1Cor 3,17)

Louvor: A gloriosa Basílica de São João de Latrão leva os(as) adoradores(as) fiéis a se concentrar em “… [procurar] as coisas do alto, onde Cristo está sentado à direita de Deus.” (Cl 3,1). Representando todas as igrejas, São João de Latrão certifica a promessa de Deus de estar sempre conosco.

10/11/2019 -Oração da Família

Domingo, 10 de novembro de 2019          

32º Domingo do Tempo Comum

 2Mc 7,1.2.9-14

Sl 17(16),5.6.8.15

2Ts 2,16-3,5

Lc 20,27-38

 ORAÇÃO DA FAMÍLIA

Aconteceu também que sete irmãos, detidos com a sua mãe, começaram a ser coagidos pelo rei a tocar na carne de porco proibida, sendo por isso atormentados com flagelos.” (2Mc 7,1)

A família anônima do Antigo Testamento prefigura a família Cristã. Quão santa, corajosa e fiel uma família Cristã pode ser quando unida ao Senhor e um ao outro e profundamente fundada na fé na Ressurreição de Jesus e na nossa ressurreição dentre os mortos! Aquela família amou tanto a Deus e a cada um de seus membros que todos os sete irmãos e a sua mãe sofreram mutilações, torturas e a execução por serem fiéis ao Senhor. Foi uma família de oito santos, todos martirizados.

Na nova aliança, nós recebemos graças ainda maiores por termos famílias santas. “Por essa razão eu dobro os joelhos diante do Pai – de quem toma o nome toda família no céu e na terra – para pedir-lhe que ele conceda, segundo a riqueza de sua glória, que vós sejais fortalecidos em poder pelo seu Espírito no homem interior.” (Ef 3,14-16). “Que Cristo habite pela fé em vossos corações e que sejais arraigados e fundados no amor. Assim tereis condições para compreender com todos os santos qual é a largura e o comprimento e a altura e a profundidade, e conhecer o amor de Cristo que excede todo conhecimento, para que sejais plenificados com toda a plenitude de Deus.” (Ef 3,17-19).

Como o Senhor nos revelou essa oração familiar, Ele certamente irá respondê-la. Pela Sua graça, a sua família pode entrar no contexto da santidade e derradeiramente ter uma reunião familiar no céu com a presença de todos os seus membros. Através dessa oração familiar diária (Ef 13,14-19), aceite a graça de ser uma santa família.

Oração: Senhor, encaminha os nossos “… corações para o amor a Deus e a perseverança de Cristo.” (2Ts 3,5)

Promessa:Mas o Senhor é fiel, e há de fortalecer-vos e guardar-vos do Maligno.” (2Ts 3,3)

Louvor:… Digno é o Cordeiro imolado de receber o poder, a riqueza, a sabedoria, a força, a honra, a glória e o louvor.” (Ap 5,12)