01/10/2019 -Aprontar, Preparar, Partir

Terça-feira, 01 de outubro de 2019Santa Teresinha do Menino Jesus

  Zc 8,20-23

Sl 87(86),1-7

Lc 9,51-56

 APRONTAR, PREPARAR, PARTIR

Jesus “… tomou resolutamente o caminho de Jerusalém.” (Lc 9,51)

Jesus dirigiu-se a Jerusalém. Essa foi uma das mais importantes decisões na história da humanidade. Essa decisão de ir a Jerusalém foi um momento crucial no plano de salvação de Deus, pois ela terminou na morte redentora e gloriosa Ressurreição de Jesus.

Imediatamente após tomar essa decisão, Jesus foi confrontado pelos Samaritanos e teve que repreender Tiago e João para livrá-los do maligno (Lc 9,53-55). Nós, da mesma forma, enfrentamos sérios problemas depois de tomarmos as decisões mais importantes por Jesus. Quantas pessoas têm sido rejeitadas pelos seus amigos e colegas de trabalho depois de terem decidido entregar as suas vidas a Jesus! Quantos Cristãos(ãs) ao tomarem a decisão de serem puros(as), enfrentaram não somente o que parecem ser grandes tentações, mas até mesmo insultos, por tentarem viver uma vida santa.

Depois que eu me voltei na direção da vocação para o sacerdócio, o demônio tentou me convencer a mudar de opinião mostrando-me os muitos e graves desvios na igreja. Muitos casais Cristãos, depois de terem decidido formar uma santa família, experimentaram dificuldades financeiras. Aqueles que se mantiveram obedientes a Deus tiveram experiências desconcertantes.

Ainda assim, todos nós precisamos manter os nossos rostos voltados na direção da vontade de Deus para as nossas vidas. Se assim o fizermos, nós iremos finalmente ressuscitar dentre os mortos depois de termos sofrido e morrido por amor a Jesus. Mantenha a firmeza em seu rosto (Is 50,7).

Oração: Pai, que eu não me desvie para a direita nem para a esquerda, mas me concentre nos Teus caminhos (Dt 5,32).

Promessa:E virão muitos povos e nações poderosas procurar Iahweh dos Exércitos em Jerusalém e aplacar a face de Iahweh.” (Zc 8,22)

Louvor: Santa Teresinha foi criada em uma família Católica e extremamente devota. Ela é filha de dois Santos canonizados, Louis Martin e Zelie Guerin.

02/10/2019 -Em Guarda !

Quarta-feira, 02 de outubro de 2019

Santos Anjos da Guarda

Ex 23,20-23

Sl 91(90),1-6.10.11

Mt 18,1-5.10

 EM GUARDA!

Pois em teu favor ele ordenou aos seus anjos que te guardem em teus caminhos todos.” (Sl 91,11)

Quando milhares de pessoas são mortas em alguma tragédia, uma pergunta é feita: ‘Onde estavam os seus anjos da guarda?’ Eles parecem não ter desempenhado muito bem as suas funções de guarda. A resposta a essa questão envolve uma outra pergunta: ‘Por que os anjos da guarda de Jesus permitiram que Ele fosse crucificado?’ Jesus impediu os anjos de O protegerem. Ele disse: “… pensas tu que eu não poderia apelar para o meu Pai, para que ele pusesse à minha disposição, agora mesmo, mais de doze legiões de anjos?” (Mt 26,53). Jesus pode também decidir impedir os anjos de proteger a outras pessoas, especialmente aqueles batizados n’Ele. Ele quer nos incluir no mistério Pascal de Sua morte e Ressurreição; nos proteger de males naturais não é o suficiente. O Senhor quer nos guardar dos piores dos males: o pecado e a condenação. Fazendo isso, Ele nos permite partilhar, através dos sofrimentos, em Seu mistério Pascal.

Apesar dos anjos da guarda nos protegerem de piores males, isto é, dos males espirituais, eles também nos protegem dos males naturais. Pode muito bem ter acontecido que muitos(as) de nós termos nos livrado da morte em diversas ocasiões se não fosse pela proteção de Deus através dos nossos anjos da guarda.

Os anjos da guarda são muito ativos para aqueles(as) que vivem no Espírito Santo, pois sua tarefa é ceifar os inimigos daqueles(as) que se movem no Espírito Santo (Ex 23,20 ss). Se nós formos o que fomos chamados a ser, os anjos da guarda serão capazes de fazer o que eles foram chamados a fazer.

Oração: Pai, que eu possa viver uma vida condizente com uma atividade angelical plena.

Promessa:Não desprezeis nenhum desses pequeninos, porque eu vos digo que os seus anjos nos céus veem continuamente a face de meu Pai que está nos céus.” (Mt 18,10)

Louvor: Referindo-se aos Anjos da Guarda, o Catecismo da Igreja Católica afirma: “Desde o seu começo até à morte, a vida humana é acompanhada pela sua assistência e intercessão. Cada fiel tem a seu lado um anjo como protetor e pastor para o guiar na vida …” (CIC, 336). Eles não protegem somente as almas individuais, mas também comunidades, dioceses e até nações.

 

03/10/2019 -Sem Confortos

Quinta-feira, 03 de outubro de 2019

 Ne 8,1-12

Sl 19(18),8-11

Lc 10,1-12

 SEM CONFORTOS

… dizei ao povo: ‘O Reino de Deus está próximo de vós’.” (Lc 10,9)

Jesus enviou os setenta e dois discípulos em missão, sem nenhum apoio ou conforto. Sua principal missão era proclamar às cidades designadas que o reino de Deus estava próximo (Lc 10,9.11). Essa proclamação era tão importante que tudo mais estava em um segundo plano.

Como um exemplo disso, Jesus disse aos Seus discípulos para não andarem de casa em casa quando entrassem em uma cidade (Lc 10,7). Tudo isso poderia ter sido visto como um comando minucioso, mas tinha um propósito. Jesus queria que os Seus missionários se concentrassem na pregação e não em seu próprio conforto. Como os discípulos ficassem algum tempo em uma cidade, se eles ficassem distraídos com o seu próprio conforto, eles poderiam procurar por uma casa onde tivessem melhor comida, melhor lugar para dormir, e um diálogo mais interessante. Em vez disso, os discípulos não deveriam ser distraídos por essas coisas. Melhor, eles deveriam comer o que lhes fosse oferecido (Lc 10,7).

Em nossa vida como discípulos(as), somos sempre tentados(as) sutilmente a procurarmos o nosso próprio conforto. Essa busca pelo conforto pode nos impedir de atender a importantes atividades missionárias como a Missa diária, a oração diária, a leitura da Bíblia, ou a nos fecharmos às oportunidades de partilhar a nossa fé e testemunhar por Jesus. Os confortos têm uma tendência a se tornar necessidades se nós o permitirmos. Seja crucificado(a) para o mundo (Gl 6,14). Coloque seu corpo, sua mente e o seu coração a serviço de Jesus.

Oração: Jesus, que Tua Palavra possa incendiar hoje o meu coração e me purificar de tudo o que coloque o Teu Reino em segundo plano.

Promessa:… A colheita é grande, mas os operários são poucos. Pedi, pois, ao Senhor da colheita que envie operários para sua colheita.” (Lc 10,2)

Louvor: Marcelo dirige um estudo bíblico para idosos em sua casa.

04/10/2019 -Lições Orais

Sexta-feira, 04 de outubro de 2019

São Francisco de Assis

Br 1,15-22

Sl 79(78),1-5.8.9

Lc 10,13-16

 LIÇÕES ORAIS

Desde o dia em que o Senhor fez sair nossos pais da terra do Egito, até o dia de hoje, temos sido indóceis para com o Senhor nosso Deus e rebeldes, recusando-nos a ouvir sua voz.” (Br 1,19)

Jesus mencionou que as Suas ovelhas conhecem a Sua voz e O seguem (Jo 10,4). Os seguidores de Jesus “… não seguirão um estranho, mas fugirão dele, porque não conhecem a voz dos estranhos.” (Jo 10,5). Algumas vezes a voz do Senhor não é fácil de ser ouvida. Jesus fala suavemente, e não clamando em voz alta (Mt 12,19). O Senhor frequentemente fala mais poderosamente no “… murmúrio de uma brisa suave.” (1Rs 19,12).

Como Maria de Betânia, nós precisamos escolher a melhor parte, colocar tudo de lado, nos sentarmos aos pés de Jesus, e ouvir a Sua voz (Lc 10,39). Nós precisamos nos arrepender de ignorar a Sua voz e ouvi-la diligentemente. Precisamos desligar os aparelhos de televisão, os nossos telefones, tablets, e computadores. Se nós não desligarmos as vozes daqueles que competem com Deus pela nossa atenção, essas outras vozes podem vir a prevalecer (Lc 23,23 ss). Nós precisamos nos levantar cedo enquanto tudo ainda está tranquilo e ouvir a Sua voz. De outro modo, nós estaremos “…nos recusando a ouvir sua voz.” (Br 1,19).

“… A ignorância das Escrituras é ignorância de Cristo.” (CIC, 133) e da Sua voz. Nós ouviremos a Sua voz se estivermos empenhados(as) a ouvi-Lo e comprometidos(as) com a verdade (Jo 18,37).

No Dia do Julgamento, todos(as) irão ouvir e reconhecer a voz de Jesus (Jo 5,28). Então será muito tarde para o arrependimento e para a mudança (Jo 5,29). O Dia do Julgamento será a primeira vez em que você reconhecerá a Sua voz? “… Oxalá ouvísseis hoje a sua voz!” (Sl 95,7)

Oração: Jesus, assim como São João Batista, eu irei Te ouvir e me alegrarei enormemente ao som de Tua voz (Jo 3,29).

Promessa:Quem vos ouve a mim ouve, quem vos despreza a mim despreza, e quem me despreza, despreza aquele que me enviou.” (Lc 10,16)

Louvor: São Francisco de Assis iniciou uma revolução Católica modelando humildemente a pobreza evangélica.

05/10/2019 - "Achados e Perdidos" de Deus

Sábado, 05 de outubro de 2019

São Benedito

Bem-aventurado Francisco Xavier Seelos

Br 4,5-12.27-29

Sl 69(68),33-37 

Lc 10,17-24

  “ACHADOS E PERDIDOS” DE DEUS

Que ninguém se alegre comigo, agora viúva e abandonada de tantos: fiquei deserta por causa dos pecados de meus filhos, porque se desviaram da lei de Deus.” (Br 4,12)

Pode existir uma angústia maior do que pais piedosos que precisam assistir aos seus filhos decidirem renunciar a Deus? (Br 4,8). Esses pais “… [haviam] nutrido com alegria …” seus filhos na fé (Br 4,11). Então, depois de seus filhos terem rejeitado a Deus, eles(as) precisam “… no pranto e na aflição [vê-los] partir.” (Br 4,11).

Se você já viveu essa experiência, imagine o sentimento de Deus Pai. Poderá alguém acolher uma criança (Os 11,4) melhor do que o Pai cria todos os seres humanos? Se um(a) filho(a) pode se rebelar contra o incomparável amor paternal de Deus Pai, então não sinta como se tivesse cometido uma falha completa se sua orientação for rejeitada.

Apesar dos seus filhos terem rejeitado as suas instruções e não ouvirem mais os seus apelos, tenha coragem. Suporte pacientemente essa situação (Br 4,25). Saiba que Deus é ainda mais Pai para seus filhos do que vocês são. Ele irá procurar diligentemente pelos seus filhos através do “deserto” da vida deles até que Ele os(as) resgate (Lc 15,4).

Assim como tivestes o pensamento de andar errantes, longe de Deus, esforçai-vos, tendo voltado para ele, dez vezes mais em procurá-lo.” (Br 4,28). Jesus é sua única Esperança, e “aqueles que esperam em [Iahweh] não ficarão confundidos.” (Is 49,23). “… Não temas; crê somente.” (Mc 5,36). Desse modo, “confiai nele, ó povo, em qualquer tempo …” (Sl 62,9). “… Crê no Senhor e serás salvo, tu e a tua casa.” (At 16,31)

Oração: Pai, que eu possa ter uma eterna reunião familiar convosco no céu – e que todos os membros de minha família sejam também participantes.

Promessa:Pois aquele que vos infligiu estes males fará vir sobre vós, com a vossa salvação, a eterna alegria.” (Br 4,29)

Louvor: O Bem-aventurado Francisco Xavier Seelos foi um humilde sacerdote Redentorista em Nova Orleans, EUA, em meados de 1800. Numerosos milagres de cura são atribuídos à sua intercessão, inclusive curas de paralisia e leucemia.

06/10/2019 - A Vida no Espírito ou Morte

Domingo, 06 de outubro de 2019

27º Domingo do Tempo Comum

Hab 1,2.3; 2,2-4

Sl 95(94),1.2.6-9

2Tm 1,6-8.13.14

Lc 17,5-10

 VIDA NO ESPÍRITO OU MORTE

Pois Deus não nos deu um espírito de medo, mas um espírito de força, de amor e de sobriedade.” (2Tm 1,7)

Nós vivemos em um mundo de “… rapina e violência … há disputa, levantam-se contendas!” (Hab 1,3). O que nós devemos fazer? “… escreve a visão, grava-a claramente sobre tábuas, para que se possa ler facilmente.” (Hab 2,2). Nós teremos visões do Espírito Santo (At 2,17).

Nós precisamos não somente ter uma visão e sermos capazes de expressá-la, mas precisamos também ver a visão ser cumprida (Hab 2,3). Nós fazemos isso pela fé (Hab 2,4). Fé tanto é um dom (1Cor 12,9) como um fruto do Espírito Santo (Gl 5,22).

O profeta Zacarias proclamou: “… Não pelo poder, não pela força, mas sim por meu espírito – disse Iahweh dos Exércitos.” (Zc  4,6). Somente pelo Espírito Santo nós poderemos derrotar os espíritos malignos e ver o plano de Deus ser realizado nas nossas vidas. Quando rezamos o Credo, nós dizemos que Jesus ‘foi concebido pelo poder do Espírito Santo’. O Espírito Santo é necessário para a vida. Extinguir o Espírito (1Ts 5,19) é começar a morrer. Nós precisamos que o Espírito Santo esteja o mais ativo possível nas nossas vidas.

Assim, nós precisamos renovar o nosso Batismo através do qual recebemos o Espírito Santo. Nós precisamos também renovar nossa Confirmação quando recebemos um novo Pentecostes e a plenitude do Espírito Santo. Nós devemos reavivar a força, o amor e a sobriedade que vêm do Espírito Santo (2Tm 1,6.7). Vem, Espírito Santo! Batiza-me, que eu seja mergulhado(a) em Ti (Mt 28,19).

Oração: Pai, que eu não entristeça o Espírito Santo de nenhum modo (Ef 4,30).

Promessa:Porque é ainda uma visão para um tempo determinado: ela aspira por seu termo e não engana; se ela tarda, espera-a, porque certamente virá, não falhará!” (Hab 2,3)

Louvor: Louvor a Ti, Senhor Jesus Cristo, Rei de eterna glória! Toda a criação exulta em Teu amor misericordioso. Aleluia!

07/10/2019 - Quem está agindo com Misericórdia?

Segunda-feira, 07 de outubro de 2019 

Nossa Senhora do Rosário

At 1,12-14

Lc 1,46-55

Lc 1,26-38

 QUEM ESTÁ AGINDO COM MISERICÓRDIA?

Maria então, disse: Minha alma engrandece o Senhor, e meu espírito exulta em Deus em meu Salvador, porque olhou para a humilhação de sua serva. Sim! Doravante as gerações todas me chamarão de bem-aventurada.” (Lc 1,46-48)

Os marinheiros pagãos trataram Jonas com misericórdia. Eles, com misericórdia, deram mais importância à vida de Jonas do que à sua própria segurança, trabalhando arduamente e arriscando muito para poupar a sua vida. Lamentavelmente, Jonas, o homem religioso, não retribuiu com misericórdia aos marinheiros. Por meio da sua culpa e desobediência, Jonas colocou as suas vidas em grande perigo e isso não o preocupou nem um pouco; ele dormia tranquilamente enquanto eles arriscavam as suas vidas para salvá-lo (Jn 1,5 ss).

Similarmente, as autoridades religiosas, os sacerdotes e Levitas (ajudantes do templo), não trataram um homem ferido com misericórdia ou atenção (Lc 10,30-32). Apesar deles tecnicamente terem obedecido à lei levita para evitar a impureza, arriscando-se ao contato com sangue (Lv 5,3; 7,21), poderiam ter ajudado a vítima de alguma forma. Ao invés disso, eles simplesmente seguiram adiante sem se envolverem. O Samaritano, visto como infiel aos olhos dos fiéis Judeus, foi avaliado por Jesus como aquele que verdadeiramente realizou a essência da lei de Deus (Lc 10,36.37).

O que as pessoas deste mundo vêm quando olham para as nossas vidas? Elas vêm frutos de misericórdia e compaixão? Ou elas nos vêm como pessoas que não se importam com elas e que não querem se envolver com os seus problemas? Que nós possamos ser embaixadores da misericórdia e compaixão de Deus para com todos aqueles que passarem por nossas vidas (2Cor 5,20).

Oração: Pai, abre os meus olhos para as razões que estão por trás de todos os meus comportamentos diante daqueles que me desagradam.

Promessa:… Amarás teu Deus, de todo o teu coração, de toda a tua alma, com toda a tua força e de todo o teu entendimento; e a teu próximo como a ti mesmo.” (Lc 10,27)

Louvor: A Bem-aventurada Virgem Maria incentiva a oração do rosário por todos(as) aqueles(as) que mais necessitam da misericórdia de Deus. De acordo com o Santo Padre Pio, o rosário é a escada para o céu. Nossa Senhora do Rosário, interceda por nós.